rss
email
twitter
facebook

quarta-feira, 16 de março de 2011

Plágios


Às vezes me pergunto se as minhas ideias são minhas mesmo ou são uma reprodução de ideias de outros. Será que tudo que escrevo, falo ou crio é um plágio? Será que o que escrevo já não foi dito antes por outra pessoa e que inconscientemente (ou não) eu acabei por reproduzir? Na verdade me lembro agora que estas mesmas perguntas que me faço agora já até foi dito por mim anteriormente neste mesmo blog, acho até que estas foram feitas de forma mais elaborados que agora. Então estaria eu plagiando a mim mesma? Mas, entretanto percebo que na verdade tudo que escrevo ou que me vem à memória nada mais é do que uma recriação, uma síntese, uma interpretação de ideias e conteúdo de outros. Na verdade as criações nascem assim, como um plágio, uma recriação e re-elaboração de conteúdo já lido e discutido, mas que no final toma uma direção nova e uma nova cara se diferenciando do conceito inicial. Pois afinal, NADA se CRIA, TUDO se RECRIA.

sábado, 5 de março de 2011

Hoje é só riso....


Nada de tristezas
Hoje eu quero sorrir abertamente
Quero rir a toa, quero rir a beça
Quero gargalhar o mais alto que puder
Despertando comentários ao meu lado
Quero que falem de mim, que falem do meu sorriso
Se falam bem ou mal, para mim não importa
Só quero que estes comentários despertem muito mais risos
E que gargalhem muito fazendo muitos outros divertir-se também
Até que suas barrigas comecem a doer de tanto rir
Porque hoje, hoje quero só alegria
 
BlogBlogs.Com.Br