rss
email
twitter
facebook

sábado, 4 de maio de 2013

Ex-alunos não pegam livros


Uma das coisas que se perde depois que você se desliga da faculdade é, além do contato direto com os professores, o direito à meia-entrada, meia-passagem e o direito de pegar livros na biblioteca como estudante.  Muitas ex-graduandos dizem que sentem maior falta dos primeiros direitos, mas para mim a impossibilidade de pegar livros emprestados na biblioteca é muito pior.  

Para quem terminou de se formar e está com planos de estudar para concurso ou até para seleção de mestrado, a impossibilidade de empréstimo de livros para ex-estudantes é um empecilho. Há sempre a possibilidade de realizar a pesquisa e leitura do livro na própria biblioteca da faculdade, contudo para os que já estão trabalhando é uma alternativa complicada, pois não terão tempo para realizar as leituras. Uma outra saída para os estudantes com condições seria a compra do livro desejado, mas esta opção  não é viável para grande parcela dos que terminaram a graduação e ainda não conseguiram um emprego.

Enfim, o que resta a nós ex-universitários são os artigos e livros disponíveis na internet, que apesar da variedade de assuntos não muitas vezes aqueles livros que desejávamos ler.    

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Temores de recém formados


Depois de quatro anos na faculdade finalmente aconteceu o inevitável, o último semestre chegou e tive que me despedir de tudo que vivi dentro da academia. Durante estes quatro anos conheci pessoas - me aproximei de algumas, me afastei de outras - tive aulas com professores “feras” no que faziam - uns até boa gente, outros que podiam até ser, mas não demonstravam - enfim foram experiências que não acabam mais. 
As vivências durante o curso deixam marcas e nos mudam completamente, mas depois de todas as experiências chega a hora de ir embora, de virar a página e começar novas aventuras - levando agora uma bagagem maior que contem os amigos e conquistas que obtemos no percurso. 
  
Mas depois de tanto tempo empenhada com os trabalhos, provas, pesquisas, projetos, e com a possibilidade de sair da faculdade começa a dá na gente um receio e uma preocupação sobre o futuro. Pois enquanto se está estudando a academia acaba por oferecer vantagem ao acolher os estudantes com suas políticas de incentivo à permanência. Mas agora o que nos resta e ir em busca de novos rumos e de um emprego que seja compatível com o seu curso e com a sua necessidade e preferencias.  

É neste momento que as dúvidas começam a surgir. Será que fiz a escolha certa? Serei uma boa profissional? Eu tenho o perfil para a área? Onde devo começar a procurar trabalho? As questões não param de surgir, mas ao mesmo tempo as possibilidades e amigos e colegas dispostos a colaborar de alguma forma também começam a aparecer, o que mostra os frutos do circulo de conhecimento e de amizade que você plantou pelo caminha.   

Novos rumos para o blog


Depois de tanto tempo com o blog “ás moscas” resolvi voltar a escrever nele, mas desta vez tomarei um rumo diferente, se bem que agora começo a achar que ele não tinha direção nenhuma. Pois bem, desta vez vou tomar como tema central do meu blog as aventuras e desventuras de um jornalista sem rumo e tendo como ponto de partida a minha própria vida.

Desta forma a partir de hoje irei mostrar os fatos que acontecem, meus pensamentos e histórias interessantes que sucedem após os meus quatro anos de graduação. Assim estarei contando minhas experiências não só como jornalista recém-formada, mas também minhas inquietações pessoais.

Fica aqui então meu desejo de que todos tenham uma boa leitura.  
 
BlogBlogs.Com.Br